Federer abandona torneio no Catar com dores nas costas

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012 16:13 BRST
 

Por Matt Smith

6 Jan (Reuters) - Com dores nas costas, Roger Federer desistiu do Aberto do Catar nesta sexta-feira, apenas dez dias antes do início do primeiro torneio do Grand Slam do ano, o Aberto da Austrália.

O suíço, que vai buscar em Melbourne seu 17o título de Grand Slam, afirmou estar confiante em se recuperar totalmente para o torneio australiano, que começa em 16 de janeiro.

"Machuquei as costas no jogo da segunda rodada (na quarta-feira)", disse Federer, que conquistou o último de seus 16 títulos do Grand Slam na Austrália, há dois anos.

"Não acho que esse seja momento de arriscar. Para a Austrália eu estou otimista. (A lesão) não é boa, mas não é das piores", acrescentou o tenista número três do mundo em entrevista coletiva.

"Sem jogar e fazendo o tratamento correto, vou ficar bem nos próximos dias. Tenho um caminho longo até a Austrália, mas espero já estar 100 por cento de novo no meio da próxima semana", afirmou.

Federer começou o torneio no Catar de forma arrasadora, perdendo apenas nove games em seus dois primeiros jogos, mas teve dificuldades na quinta-feira contra Andreas Seppi, pelas quartas de final, quando venceu por 6-3, 5-7 e 6-4.

O suíço enfrentaria o francês Jo-Wilfried Tsonga nas semifinais. Tsonga agora espera o vencedor da outra semifinal, entre o primeiro cabeça-de-chave Rafael Nadal e Gael Monfils, para conhecer seu adversário na decisão.