9 de Janeiro de 2012 / às 19:13 / 6 anos atrás

Sem surpresas, Messi é eleito melhor do mundo pela 3a vez

Argentino Lionel Messi participa de entrevista coletiva em Zurique, antes de cerimônia em Zurique, na Suíçam, na qual ganhou pela terceira vez o prêmio Bola de Ouro, de melhor jogador do mundo nesta segunda-feira, 9 de janeiro.Arnd Wiegmann

Por Brian Homewood

ZURIQUE, 9 Jan (Reuters) - O atacante Lionel Messi, do Barcelona, recebeu na segunda-feira o prêmio de Melhor Jogador do Mundo em 2011. É a terceira vez consecutiva que o argentino, de apenas 24 anos, fica com a honraria.

O segundo lugar ficou com o português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid. O terceiro colocado na votação foi o espanhol Xavi, colega de Messi no Barcelona.

Messi liderou o Barça nas conquistas do Campeonato Espanhol, da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes no ano passado.

"Ganhar três vezes seguidas é uma honra muito grande", disse Messi, que em 2009 recebeu o prêmio da Fifa e a Bola de Ouro, entregue pela revista France Football. No ano passado, os prêmios foram unificados, e Messi também foi eleito o melhor jogador do mundo em 2010.

O ex-atacante brasileiro Ronaldo Nazário, que também foi escolhido melhor do mundo em três ocasiões (mas não consecutivas), entregou o prêmio a Messi em Zurique.

"Quero dividir isso com as pessoas que me ajudaram, meus colegas de equipe e o treinador. Isso é muito especial, quero dividir com meu colega de time Xavi", afirmou Messi.

Nunca um jogador conquistou o prêmio da Fifa em três ocasiões consecutivas, mas Michel Platini conseguiu essa proeza com a Bola de Ouro na década de 1980.

A votação leva em conta as opiniões de técnicos e capitães de seleções nacionais, e de jornalistas convidados.

Messi teve 47,88 por cento dos votos, contra 21,6 por cento de Cristiano Ronaldo, e 9,23 por cento de Xavi.

A japonesa Homare Sawa foi escolhida a melhor jogadora de futebol do mundo, acabando com cinco anos de domínio da brasileira Marta.

Um gol marcado por Neymar, do Santos, num jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro foi considerado o mais bonito de 2011.

O técnico do Barcelona, Pep Guardiola, foi escolhido o melhor técnico do ano, à frente de Alex Ferguson (Manchester United) e José Mourinho (Real Madrid). Ele dedicou a conquista aos dois rivais derrotados e "a todos os técnicos mundo afora que adoram esse jogo".

Agradeceu também às "milhares de pessoas que ao longo de mais de cem anos trabalharam no futebol do Barcelona e desenvolveram um dos melhores clubes do mundo".

Ferguson recebeu um prêmio da presidência da Fifa por serviços prestados ao futebol. "Num mundo em que os técnicos precisam produzir resultados instantâneos ou são trocados, sua longevidade é um exemplo reluzente", disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

"Vinte e cinco anos comandando o mesmo clube, dá para imaginar isso hoje?"

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below