ENTREVISTA-Família foi decisiva para Beckham ficar em LA

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 10:29 BRST
 

Por Mark Lamport-Stokes

LOS ANGELES, 19 Jan (Reuters) - As necessidades da sua família foram cruciais para que David Beckham desprezasse vultosos contratos na Europa e decidisse continuar jogando no Los Angeles Galaxy por mais dois anos, disse o jogador inglês na quinta-feira.

"Foi fácil, sim", disse Beckham à Reuters, depois do anúncio de que ele continuará no Galaxy, agora com a camisa 23, rejeitando as propostas do Paris St. Germain e de "um ou dois" clubes ingleses.

"Na minha idade (36 anos), só por ter ofertas caindo sobre mim nos últimos meses, você precisa examinar todas as opções. E fiz isso, mas o mais importante para nós sempre foi onde nossa família está feliz, onde estamos felizes morando".

"Nos últimos cinco anos, tivemos uma vida incrível aqui em Los Angeles, comigo trabalhando aqui, e nossos filhos estão felizes. Então essa foi uma parte importante da decisão."

Beckham mora nos luxuosos arredores de Beverly Hills com a mulher, a ex-cantora Victoria, e quatro filhos. Ele disse que tomou a decisão de ficar no Galaxy na véspera do ano-novo, em Londres.

"Sentei com a minha família, com a minha esposa, tomei uma taça de vinho, e pronto. Havia muita especulação em curso, mas queríamos continuar nossa vida em Los Angeles. Estávamos felizes demais para ir embora."

A tão alardeada aventura norte-americana de Beckham começou em 2007, quando ele trocou o Real Madrid pelo LA Galaxy, com um contrato de cinco anos, numa transação de 32,5 milhões de dólares.

No começo, ele foi criticado por deixar o time para jogar na seleção inglesa, e depois para ser emprestado ao Milan, onde se machucou. Mas, no ano passado, de volta à equipe norte-americana, ele ajudou o time a ganhar a MLS Cup.   Continuação...