Após declaração na Rússia, Blatter ameniza críticas ao Brasil

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012 20:22 BRST
 

SÃO PETERSBURGO, Rússia, 20 Jan (Reuters) - Depois de dizer que a Rússia já está melhor preparada para sediar a Copa do Mundo de 2018 do que o Brasil, que sediará o evento em 2014, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, divulgou nota nesta sexta-feira em que amenizou as críticas ao Brasil e faz elogios a autoridades do país.

Mais cedo, em São Petersburgo, onde participou das comemorações do centenário da União Russa de Futebol, o dirigente fez uma comparação entre as organizações dos dois próximos Mundiais -Brasil 2014 e Rússia 2018.

"Posso lhe dizer que estamos mais, bem mais avançados (na Rússia). Diria ainda que temos mais problemas no momento no Brasil do que... aqui", disse Blatter em entrevista coletiva.

Ele já havia afirmado no mês passado que o Brasil ainda tem problemas em aeroportos, estradas e transporte público.

Posteriormente, em nota divulgada pela assessoria de imprensa da entidade, Blatter disse que suas declarações provocaram "alguns mal-entendidos".

"Eu me referia à excelente preparação na Rússia até o momento, já que eles estão à frente do cronograma para a Copa do Mundo da Fifa 2018", disse o dirigente, segundo o comunicado.

"Quanto ao Brasil, estou muito satisfeito com o forte comprometimento nos últimos dias por parte do governo brasileiro sob a liderança do Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e estou ansioso para que continuemos nossa caminhada conjunta rumo a 2014."

A Rússia conquistou o direito de sediar o evento esportivo pela primeira vez ao derrotar a Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Portugal e Espanha e de Bélgica e Holanda em dezembro de 2010.

Na nota, o presidente da Fifa afirmou ter recebido um "relatório muito animador" do secretário-geral da entidade, Jerôme Valcke, que visitou o Brasil nesta semana para conversar com autoridades brasileiras e visitar obras em cidades que receberão partidas do evento.

"Neste contexto, gostaria de reforçar que estamos convencidos de que o Brasil organizará dentro dos prazos uma fantástica Copa do Mundo da Fifa 2014", acrescentou a nota.