Terry perde faixa de capitão da Inglaterra, mantém a do Chelsea

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012 14:06 BRST
 

Por Mike Collett

LONDRES, 3 Fev (Reuters) - O zagueiro John Terry perdeu o posto de capitão da seleção da Inglaterra, mas seguirá sendo o capitão do Chelsea, disse o técnico do clube, André Villas-Boas, nesta sexta-feira.

O jogador de 31 anos aguarda julgamento depois de se declarar inocente, na quarta-feira, das acusações de ofender racialmente o zagueiro Anton Ferdinand, do Queen's Park Rangers, durante uma partida do Campeonato Inglês no Loftus Road, estádio do QPR, em outubro.

O julgamento está marcado para o dia 9 de julho.

Terry ficará fora da partida de domingo pelo Campeonato Inglês contra o Manchester United, em Stamford Bridge, e o esperado encontro com Rio Ferdinand, irmão de Anton Ferdinand e parceiro de Terry na zaga da seleção inglesa, não vai ocorrer por conta de uma lesão no joelho que já deixou Terry fora da partida de terça-feira contra o Swansea City.

Rio Ferdinand, que já foi o capitão da Inglaterra no passado e que assumiu a faixa de Terry depois que ele a perdeu pela primeira vez há dois anos, disse que não quer ser apontado como capitão novamente.

Ele disse em sua conta no Twitter na sexta-feira: "Não quero ser o capitão da Inglaterra após o último episódio, quero apenas me concentrar em jogar pelo United e, se eu for convocado (para a seleção), ficarei deliciado como sempre".

A Associação de Futebol da Inglaterra (FA) tomou a decisão de tirar a faixa de capitão de Terry nesta sexta-feira, dois dias depois do anúncio do julgamento de Terry após uma audiência judicial preliminar.

Em comunicado em seu site (www.thefa.com), a FA disse: "após a decisão de se marcar o julgamento do caso contra John Terry para julho, a Associação de Futebol confirma que ele não será capitão da Inglaterra até que as alegações contra ele estejam resolvidas".   Continuação...