Com Gisele na torcida, Brady lamenta chance perdida no SuperBowl

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 12:19 BRST
 

Por Simon Evans

INDIANÁPOLIS, EUA, 6 Fev (Reuters) - O quarterback do time de futebol americano New England Patriots Tom Brady, casado com a supermodelo brasileira Gisele Bundchen, disse que seu time pagou o preço pelas oportunidades perdidas na segunda derrota em um Super Bowl para o New York Giants, na noite de domingo.

O Patriots não conseguiu aproveitas as chances que teve com e sem a posse de bola, sem recuperar fumbles do Giants e também com algumas recepções incompletas na derrota de 21-17 no jogo que decidiu o título da liga de futebol americano dos EUA (NFL).

"Tivemos algumas oportunidades perdidas. Cada um de nós no vestiário queria ter feito um pouco diferente, e talvez o resultado tivesse sido um pouco diferente", disse Brady a repórteres após a partida.

"Foi um jogo muito difícil e nós lutamos até o fim. Tenho muito orgulho disso. Eu diria que ficou faltando um pouco."

Brady, que igualaria o recorde de seu ídolo de infância Joe Montana com um recorde de quatro títulos do Super Bowl se o Patriots tivesse vencido, foi elegante em seus elogios ao New York.

"Gostaria de dar muito crédito ao Giants. Eles certamente fizeram as jogadas quando eles precisavam. Eles são um grande time de futebol e colocaram muita pressão sobre nós", disse Brady, que estava acompanhado da mulher, Gisele, na área de entrevistas após a partida.

Brady teve a posse de bola faltando 57 segundos e com o Giants vencendo por 21-17, mas não conseguiu levar o time ao touchdown que daria a vitória.

"Chegamos na linha de 50 jardas e simplesmente ficamos sem tempo. Nós tentamos um Hail-Mary no final. Não sei o quão perto nós ficamos de conseguir. Claro que eu esperava que tivéssemos feito um pouco melhor."

Brady, que concedeu um safety logo em sua primeira posse de bola mas recuperou-se para levar seu time em vantagem de 10-9 para o intervalo, agora enfrenta o desafio de tentar alcançar o sexto Super Bowl de sua carreira na próxima temporada.

"Eu vou continuar vindo para esse jogo, e continuar tentando. Eu prefiro vir para este jogo e perder do que não estar aqui. Espero estar de volta em algum momento. Tivemos um grande ano, simplesmente não jogamos o bastante hoje."

 
O quarterback do time de futebol americano New England Patriots Tom Brady deixa o campo após derrota contra o New York Giants, no jogo do Super Bowl, em Indianápolis. 05/02/2012  REUTERS/Gary Hershorn