Raikkonen continua o mesmo de sempre

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012 17:17 BRST
 

Por Alan Baldwin

JEREZ, Espanha, 6 Fev (Reuters) - Kimi Raikkonen cumpriu nesta segunda-feira com uma de suas piores obrigações na Fórmula 1, atender a jornalistas em um evento de lançamento, como se jamais tivesse se afastado da categoria. E os fãs do finlandês vão gostar disso.

O campeão mundial de 2007 pela Ferrari, que está voltando à F1 pela Lotus dois anos após sua última corrida pela equipe italiana, deixou claro na apresentação do novo carro E20 que não passou por qualquer mudança profunda nesse período que esteve correndo provas de rali.

A fala baixa e monótona, com muitas respostas curtas, pareceram as mesmas do passado, e Raikkonen indicou que o piloto dentro dele também não mudou.

"Essa é a sua opinião", disse ele quando perguntado se esperava curtir mais seu retorno à Fórmula 1 do que em 2009, quando muitas vezes ele parecia desmotivado.

"Eu teria saído antes se eu não estivesse me divertindo. Nunca tive problema com isso (falta de motivação). Isso veio de algum outro lugar, não da minha boca. Não acho que olho para a F1 de forma diferente. Esse é um novo ano e coisas diferentes, mas eu conheço o esporte e sei como as coisas funcionam aqui."

"Não espero que seja muito diferente. A corrida será um pouco diferente, mas todas as outras coisas são mais ou menos as mesmas... tenho certeza que será uma história parecida."

Raikkonen, que vai testar o novo carro pela primeira vez na quinta-feira, acrescentou que algumas mudanças técnicas, como a asa dianteira ajustável, serão fáceis de aprender, e que os dois dias que teve em um carro de 2010 foram ótimos para se readaptar.

"Os pneus são provavelmente a maior diferença desde que eu saí, isso é o que as pessoas estão dizendo", disse ele a repórteres. "Mas desde o teste duas semanas atrás eu tenho menos preocupação sobre toda essa situação."