7 de Fevereiro de 2012 / às 20:08 / 6 anos atrás

Raikkonen é o mais rápido no primeiro dia de testes na F1

O finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, fez o melhor tempo nos treinos em Jerez, na Espanha, nesta terça-feira.Marcelo del Pozo

Por Alan Baldwin

JEREZ, Espanha, 7 Fev (Reuters) - O finlandês Kimi Raikkonen deixou para trás o período de mais de dois anos longe da Fórmula 1 e estabeleceu a volta mais rápida com seu Lotus no primeiro dia de testes da categoria para a temporada 2012, nesta terça-feira.

Campeão mundial em 2007 e voltando à categoria após duas temporadas no Campeonato Mundial de Rali, Raikkonen pareceu estar em casa desde o início nos testes realizados pela manhã no sul da Espanha, e completou 73 voltas.

Ele fez sua melhor volta em 1min19s670, tempo mais rápido do que qualquer outro conseguido no circuito de Jerez durante os testes para a temporada passada.

Isso pode ser explicado por uma série de fatores técnicos, e qualquer euforia inicial deve ser contida. O piloto mais rápido nos testes do ano passado em Jerez foi o brasileiro Rubens Barrichello, atualmente fora da categoria e que marcou somente quatro pontos ano passado pela Williams.

"Foi um dia positivo. O tempo da volta não importa hoje. Estou feliz com o equilíbrio do carro, que pareceu bom, e com o fato de que ele não teve nenhum grande problema", disse Raikkonen.

"Além disso, percorri a distância de uma corrida hoje e não tive nenhum problema físico, o que é bom."

Se Raikkonen encarou todas as perguntas dos jornalistas do lado de fora do motorhome da antiga equipe Renault praticamente sem demonstrar emoções, a imprensa finlandesa estava eufórica.

O britânico Paul di Resta foi o segundo mais rápido do dia com a Force India, à frente do alemão Nico Rosberg, com a Mercedes do ano passado, e de Mark Webber, com a Red Bull deste ano.

A sessão foi suspensa por duas vezes, primeiro quando o australiano Daniel Ricciardo parou seu Toro Rosso na pista com problemas na pressão do óleo, e depois quando Kamui Kobayashi, da Sauber, ficou sem combustível.

Com alguns dos novos modelos que serão usados nesta temporada na pista, a McLaren foi uma das equipes -ao lado da Mercedes e da HRT- a não ter o novo bico adotado pela maioria das equipes para satisfazer as exigências aerodinâmicas e regras de segurança.

Campeão em 2009, o britânico Jenson Button parecia bastante rápido, numa mudança em relação ao ano passado, quando a McLaren começou os testes com um carro que acabou se mostrando difícil de pilotar.

"Não há áreas incômodas no novo carro, o que é bom. Bem diferente do ano passado. Estou feliz", disse ele a jornalistas.

Ele deu a Raikkonen um lembrete do que ele pode esperar para a temporada, quando haverá seis campeões mundiais no grid de largada, ao ultrapassá-lo na pista perto do fim da sessão.

"Ele obviamente está em um carro muito competitivo e o que quer que ele tenha feito hoje -pouco combustível ou alguma outra coisa- ele ainda é rápido. Então, bom para eles que tiveram um bom dia", disse Button sobre o ex-piloto da McLaren.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below