Sutil recorre de sentença por briga em casa noturna

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012 18:19 BRST
 

BERLIM, 8 Fev (Reuters) - O piloto alemão Adrian Sutil recorreu da pena de 18 meses de detenção com direito a sursis, imposta a ele na semana passada por causa de uma briga em uma casa noturna, disse seu agente na quarta-feira.

Sutil, de 29 anos, ex-piloto da equipe de Fórmula 1 Force India, recebeu também uma multa de 200 mil euros pela confusão ocorrida no ano passado em uma casa noturna de Xangai, onde ele teria batido com uma taça de champanhe na cabeça de Eric Lux, executivo-chefe da empresa Genii Capital, dona da equipe Renault F1 (hoje chamada Lotus). Lux levou vários pontos no pescoço.

"Demos esse passo porque acreditamos que a decisão tomada não é adequada", disse o agente Manfred Zimmermann a jornalistas. "Havia várias testemunhas que não foram examinadas."

A promotoria confirmou que também recorreu contra a sentença, já que solicitava uma pena de 21 meses de prisão e multa de 300 mil euros.

Sutil, que ficou sem vaga na F1 neste ano, também queria intimar o colega Lewis Hamilton para depor em Munique, mas o britânico faltou, alegando compromissos com sua equipe. Sutil então qualificou Hamilton de "covarde" por não se dispor a defendê-lo.

(Reportagem de Karolos Grohmann)