Vôlei europeu adota arbitragem eletrônica; Olimpíada pode seguir

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012 18:27 BRST
 

13 Fev (Reuters) - O sistema eletrônico de arbitragem Hawkeye ("olho de águia") será adotado num torneio a ser disputado no mês que vem na Polônia, disse a Confederação Europeia de Vôlei (CEV) na segunda-feira, abrindo caminho para a possível adoção do método na Olimpíada de Londres.

"O sistema Hawkeye será usado pela primeiríssima vez em uma competição internacional, já que nem a FIVB (federação internacional) jamais o usou", disse Federico Ferraro, assessor de imprensa da CEV.

"Vamos ver que tipo de reações vamos receber depois do torneio Final Four, e aí vamos ver o que a FIVB pensa a respeito. É cedo demais para dizer se o sistema Hawkeye será usado nos Jogos Olímpicos em Londres, mas é claro que há uma possibilidade de adoção do Hawkeye em algumas das maiores competições do voleibol. Vamos esperar para ver."

No torneio da Polônia, o sistema permitirá que capitães das equipes contestem decisões dos árbitros, usando replays de TV que acompanham o movimento da bola. Serão permitidas duas contestações por set.

O vôlei polonês já usou esse sistema em várias competições locais desde 2010, e a maioria dos jogadores e técnicos aprovou.

Sistemas semelhantes já são usados no tênis, no críquete e em outros esportes.

O Final Four é uma competição por equipes, para a qual o time polonês Skra Belchatow já se classificou, na qualidade de anfitrião. Os outros três times serão definidos até o final do mês.

(Reportagem de Angel Krasimirov)