Torres fica fora da seleção espanhola e Soldado volta

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012 13:11 BRST
 

Por Iain Rogers

MADRI, 24 Fev (Reuters) - Fernando Torres ficou de fora da seleção espanhola convocada pelo técnico Vicente del Bosque nesta sexta-feira para enfrentar a Venezuela num amistoso, aumentando as dúvidas sobre as chances do atacante do Chelsea de disputar a Eurocopa de 2012.

A Espanha vai enfrentar a seleção venezuelana em Málaga na quarta-feira e, apesar de Del Bosque ter afirmado que ainda pode mudar sua lista antes do torneio europeu de junho na Ucrânia e na Polônia, Torres dificilmente terá lugar na equipe a menos que melhores muito de rendimento em seu clube.

Perder sua vaga na seleção atual campeã mundial e europeia é o mais novo revés na carreira do atacante de 27 anos, que marcou o gol do título da Espanha na final da Euro 2008 contra a Alemanha, mas que perdeu o faro de gol desde que trocou o Liverpool pelo Chelsea há pouco mais de um ano.

"Suas atuações ultimamente têm sido um pouco irregulares", disse Del Bosque em entrevista coletiva na sede da federação espanhola de futebol, perto de Madri.

"Isso não significa que ele não é um jogador especial e carismático, que já representou seu país muitas vezes", disse o ex-treinador do Real Madrid.

"Ele é um rapaz que nós apreciamos bastante e me doi deixá-lo de fora, mas eu quis ser justo com aqueles jogadores que estão lutando por uma vaga."

Del Bosque, que não contará no amistoso com o lesionado David Villa, maior artilheiro da Espanha em todos os tempos, disse que quis dar uma recompensa aos jogadores que estão atuando bem em seus clubes e chamou de volta o atacante do Valencia Roberto Soldado pela primeira vez desde junho de 2007.

Ele ainda convocou pela primeiras vez o atacante de 19 anos Iker Muniain, do Athletic Bilbao, e também incluiu na linha de frente Fernando Llorente, outro do Bilbao, e Alvaro Negredo, do Sevilla.   Continuação...