Tecnologia para linha do gol e uso de hijab são aprovadas

sábado, 3 de março de 2012 17:55 BRT
 

BAGSHOT, Inglaterra, 3 Mar (Reuters) - A tecnologia da linha do gol foi aprovada em votação inicial pelos legisladores do futebol neste sábado e poderá ser usada pela primeira vez no Mundial de Clubes da FIFA no Japão no fim do ano.

Os oito integrantes da International Football Association Board (IFAB) afirmaram que os sistemas de duas empresas, a britânica Hawk-Eye e a alemã GoalRef, passarão por testes mais adiante antes da decisão final na reunião da entidade em Kiev, no dia 2 de julho.

A IFAB, composta por quatro representantes da FIFA e quatro das federações britânicas, também concordaram em rever a decisão de 2007 e agora permitirão que as futebolistas islâmicas usem o hijab, ou véu, quando jogarem.

A decisão sobre o hijab, tomada após uma requisição do membro do comitê executivo da FIFA, o príncipe da Jordânia Ali Bin Al Hussein, teve apoio dos oito membros e também será submetida a testes antes da decisão em 2 de julho.

"Estou profundamente agradecido pela proposta de permitir às mulheres usarem o véu ter sido unanimemente endossada por todos os membros da IFAB", disse o príncipe.

"Eu dou boas-vindas a essa decisão de um acelerado processo para testar o atual design e estou confiante que a ratificação definitiva acontecerá na reunião da IFAB, e poderemos ver muitas jogadoras felizes em retornar aos campos e praticarem o esporte que amam."

Outras propostas da FIFA, como permitir uma quarta substituição na prorrogação em partidas da Copa do Mundo, foi retirada, enquanto outras discussões serão realizadas em relação à "tripla punição" quando um jogador comete pênalti, é expulso e recebe suspensão quando evita uma chance clara de gol.

A IFAB também aprovou o uso do spray, usado para marcar o ponto exato no qual a barreira deve ficar (9,15 metros) nas cobranças de falta. Além disso, permitiu que jogadores substituídos possam voltar a acampo em partidas amadoras e de veteranos.