Chelsea demite técnico Villas-Boas; Di Matteo assume

domingo, 4 de março de 2012 16:53 BRT
 

Por Sonia Oxley

LONDRES, 4 Mar (Reuters) - O período tortuoso de Andre Villas-Boas como técnico do Chelsea chegou ao fim neste domingo, quando o clube da primeira divisão inglesa demitiu o português após menos de nove meses no cargo.

Especulações sobre o futuro do treinador de 34 anos já circulavam na mídia britânica há semanas depois de uma série de resultados fracos, e sua dispensa veio após a derrota de 1 x 0 para o West Bromwich Albion, no Campeonato Inglês, no sábado.

"Infelizmente os resultados e desempenhos do time não têm sido bons o suficiente e não mostravam sinais de melhora em um momento crucial da temporada", comunicou o clube londrino em uma declaração em seu site oficial.

Em seu lugar, o time indicou Roberto Di Matteo em caráter interino até o final da temporada.

A equipe venceu três de seus 12 últimos jogos na liga inglesa e corre o risco de ficar de fora da etapa classificatória da Liga dos Campeões pela primeira vez desde que o bilionário russo Roman Abramovich comprou o time, em 2003.

O Chelsea sofreu uma derrota de 3 x 1 para o Nápoli na partida de ida das oitavas de final do torneio e fará a partida de volta em 14 de março, e está em quinto no Campeonato Inglês com 46 pontos em 27 jogos.

"O clube ainda está competindo nas fases finais da Copa da Liga da Uefa e da Copa da Inglaterra e também busca uma vaga entre os quatro primeiros do Campeonato Inglês, pretendemos continuar tão competitivos quanto possível em todas as frentes", trouxe a declaração.

"Tendo isso em mente, sentimos que nossa única opção era fazer uma mudança neste momento".

 
O técnico do Chelsea Andre Villas-Boas comparece a uma coletiva de imprensa no local de treinamento do clube em Cobham, sul de Londres, em outubro de 2011. O clube da primeira divisão inglesa demitiu o técnico português após menos de nove meses no cargo. Foto de arquivo 18/10/2011 REUTERS/Eddie Keogh