Fifa deve abolir amistosos internacionais em agosto

segunda-feira, 5 de março de 2012 15:32 BRT
 

5 Mar (Reuters) - A Fifa, entidade que governa o futebol mundial, informou ter feito progressos na racionalização do calendário internacional do esporte na segunda-feira e disse que recomendará um plano apoiado pela Uefa para abolir os amistosos internacionais em agosto.

Um grupo de trabalho formado por confederações internacionais, jogadores, clubes e ligas profissionais reuniu-se na sede da Fifa em Zurique para discutir o calendário pós-2014.

Na semana passada, a Associação de Clubes Europeus anunciou que iria boicotar as conversações com a Fifa sobre o calendário, dizendo que o progresso tinha sido decepcionante.

A Fifa, no entanto, parece agora ter adotado as propostas da Uefa, a confederação europeia, publicando uma lista de recomendações. Segundo a entidade, as recomendações serão submetidas ao seu comitê executivo para aprovação no final de março.

As propostas incluem o estabelecimento de um limite máximo de 18 partidas internacionais por país em um ciclo de dois anos, divididas em nove datas dobradas em março, setembro, outubro e novembro e um junho sim, outro não.

O fim dos amistosos internacionais em agosto será um revés importante para os clubes, que se opõem a liberar seus jogadores antes do início da temporada.

O novo calendário também exclui os amistosos de fevereiro.

(Reportagem de Martyn Herman)