Ao telefone, Blatter e Aldo pregam harmonia entre Fifa e Brasil

terça-feira, 6 de março de 2012 20:13 BRT
 

SÃO PAULO, 6 Mar (Reuters) - O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, conversou pelo telefone nesta terça-feira com o presidente da Fifa, Joseph Blatter, e ambos prometeram que buscarão assegurar a harmonia na relação entre o governo brasileiro e a entidade que comanda o futebol mundial, informou o Ministério do Esporte.

O contato telefônico entre Aldo e Blatter acontece após um tensionamento público das relações entre a Fifa e o governo por conta da Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil.

Os atritos tiveram início com as declarações do secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, que criticou atrasos em obras para o Mundial e disse que os organizadores precisavam levar um "chute no traseiro" para fazer a Copa acontecer.

A declaração levou Aldo a anunciar o veto do governo a Valcke como interlocutor para a preparação do Mundial. Essa decisão, por sua vez, fez tanto Valcke quanto Blatter enviarem cartas com pedidos de desculpas ao governo brasileiro.

"Aldo Rebelo reafirmou a determinação do governo federal de manter um ambiente de cooperação e harmonia com a Fifa nos preparativos da Copa, mas novamente lamentou o episódio envolvendo o secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke", disse o ministério em nota em que informa da conversa telefônica.

"O presidente da Fifa garantiu ao ministro que o fato não se repetirá e que a intenção da entidade é trabalhar conjuntamente com o governo, para garantir que a Copa em 2014 seja um sucesso."

Em sua carta endereçada a Aldo, divulgada pelo ministério nesta terça, Blatter pede uma reunião com a presidente Dilma Rousseff e Aldo na semana que vem, quando Valcke também tem uma visita ao país agendada.

O Ministério do Esporte, no entanto, não informou se a possibilidade desse encontro foi discutida na conversa telefônica entre o ministro e o presidente da Fifa.