Balotelli pede que torcedores não vaiem Tevez em retorno ao City

sexta-feira, 9 de março de 2012 18:08 BRT
 

MANCHESTER, Inglaterra, 9 Mar (Reuters) - O atacante Mario Balotelli, do Manchester City, pediu aos torcedores da equipe que evitem vaiar quando seu colega Carlos Tevez voltar à equipe após uma prolongada divergência com os atuais líderes do Campeonato Inglês.

O argentino Tevez, que marcou seu primeiro gol pelo City após seu retorno atuando pela equipe reserva na terça-feira, está perto de voltar à equipe principal, embora o técnico Roberto Mancini ainda não tenha anunciado se o escalará para a partida contra o Swansea City no domingo.

O tipo de recepção que ele terá dos torcedores tem sido alvo de especulação, após fãs do City queimarem camisas com o nome de Tevez durante sua ausência não autorizada pelo clube e enquanto os torcedores se praparam para ver seu antigo capitão voltar a usar a camisa azul que eles acreditavam que nunca mais o veriam vestir.

Balotelli, que ao lado de Sergio Aguero e de Edin Dzeko, garantiram que o City praticamente não sentisse falta de Tevez, que não atua pelo clube desde setembro, pediu aos torcedores que recebam bem o argentino, já que ele pediu desculpas pelas suas ações.

"Acho que os torcedores têm que ser como eram antes. Se eles pressionarem Carlos, pressionarão toda a equipe, então não devem fazer nada", disse Balotelli à BBC.

"Acho que todos podem cometer um erro. Carlos é parte da equipe. Ele é parte do time e todos adoram ele."

O jogo contra o Swansea pode ser cedo demais para a volta de Tevez, embora exista a possibilidade caso Mancini decida poupar alguns jogadores antes da partida de volta pelas oitavas de final da Liga Europa em casa contra o Sporting.

No jogo de ida o City foi derrotado por 1 x 0 pela equipe portuguesa.

(Reportagem de Sonia Oxley)