Não sou imbatível, diz tenista sérvio Djokovic

sábado, 10 de março de 2012 14:22 BRT
 

Por Mark Lamport-Stokes

INDIAN WELLS, Estados Unidos, 10 Mar (Reuters) -

Novak Djokovic tem sido o melhor tenista do mundo por mais de um ano, mas o sérvio não considera a sua primeira posição no ranking como garantida.

Djokovic, que conquistou quatro dos últimos cinco grand slams e alcançou um registro recorde de 70 vitórias e apenas seis derrotas em 2011, está ciente de que a sorte pode mudar muito rapidamente no esporte.

"Eu não me considero no topo do mundo, intocável ou invencível," disse o tenista de 24 anos a repórteres na sexta-feira enquanto se prepara para disputar o torneio de Indian Wells, nos Estados Unidos.

"Isso está fora de questão. Eu sempre tento dar 100 por cento de mim em todo treino que faço, eu sempre quero ter atitude positiva na preparação para cada torneio, para cada temporada."

Perguntado sobre qual foi a conquista que o deixou mais orgulhoso desde que começou a bela sequência desde o ano passado, Djokovic respondeu: "Tenho muito orgulho da minha consistência, dos resultados durante o ano."

"Mas o maior sucesso foi Wimbledon, conquistar aquele título, vencer o torneio que eu sempre sonhei em vencer, então acho que esse é meu maior orgulho."

Djokovic, que bateu o espanhol Rafael Nadal por 5-7, 6-4, 6-2, 6-7 e 7-5 em uma final épica no Aberto da Austrália em janeiro, está focado em tentar sua quarta vitória consecutiva em Grand Slam no Aberto da França em junho.   Continuação...