Maradona quer acertar sua situação fiscal na Itália

domingo, 11 de março de 2012 17:51 BRT
 

ROMA (Reuters) - O ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona, ainda reverenciado por levar o Napoli a ganhar dois títulos da liga italiana, quer fazer as pazes com as autoridades fiscais da Itália.

"Eu nunca fui um sonegador de impostos. Eu sempre pago todos os impostos de que tenho conhecimento ", disse Maradona, 51, ao canal de televisão Sky TG24 Dubai, onde é treinador do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos.

As autoridades fiscais italianas dizem que Maradona deveria cerca de 38 milhões de euros (49,85 milhões de dólares) em impostos não pagos, segundo reportagens na mídia.

"Eu quero encontrar a paz com o coletor impostos e com os italianos. Meu desejo é voltar para a Itália e abraçar todos os meus amigos que moram lá... ", disse ele.

Segundo a mídia, Maradona, que levou o Napoli ao título Serie A em 1987 e 1990, está buscando um acordo para esclarecer a situação.

"É certo pagar impostos, mas as autoridades devem ser humanas com os cidadãos", disse o Argentina.

Depois de se aposentar do futebol na década de 1990, ele lutou contra a obesidade, vício em drogas e abuso de álcool.

(1 dólar = 0,7622 euros)

(Reportagem de Philip Pullella)