Teixeira deixa presidência da CBF após 23 anos

segunda-feira, 12 de março de 2012 18:07 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 12 Mar (Reuters) - Nome forte do futebol brasileiro há 23 anos, Ricardo Teixeira renunciou à presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014.

O anúncio foi feito em carta enviada à entidade que lidera o futebol brasileiro divulgada nesta segunda-feira, e vem em um momento de atritos entre governo e Fifa sobre os preparativos do Brasil para sediar a Copa do Mundo de 2014.

"Deixo definitivamente a presidência da CBF com a sensação de dever cumprido", escreveu Teixeira, de 64 anos, em carta lida por José Maria Marin, ex-vice-presidente da confederação para a Região Sudeste, que assumira temporariamente a entidade com a licença de Teixeira anunciada na quinta-feira e agora passa a chefiar oficialmente a CBF até 2015.

"Presidir paixões não é uma tarefa fácil em nosso país. Futebol é associado a duas imagens: talento e desorganização. Quando ganhamos exaltam o talento, quando perdemos, a desorganização. Fiz o que estava ao meu alcance, renunciei à saúde. Fui criticado nas derrotas e subvalorizado nas vitórias", acrescentou Teixeira, que assumiu o cargo em 1989.

Marin ficará no comando da CBF, em princípio, até o fim do mandato atual em 2015. O dirigente, de 79 anos, também presidirá o Comitê Organizador Local (COL) da Copa de 2014.

A renúncia de Teixeira foi comemorada pelo ex-jogador Romário, que se tornou desafeto do agora ex-dirigente desde que assumiu uma cadeira de deputado pelo PSB do Rio de Janeiro.

"Hoje podemos comemorar. Exterminamos um câncer do futebol brasileiro. Finalmente, Ricardo Teixeira renunciou à presidência da CBF", disse o ex-jogador em sua conta no site de relacionamento Facebook.

O ex-jogador, campeão mundial com a seleção em 1994, aproveitou para alfinetar Marin, lembrando o episódio em que foi flagrado colocando no bolso uma medalha durante a cerimônia de premiação da Copa São Paulo de Futebol Júnior, vencida pelo Corinthians.   Continuação...

 
Ricardo Teixeira vai à cerimônia de despedida do atacante Ronaldo em São Paulo. Teixeira renunciou à presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), segundo carta do dirigente à entidade divulgada nesta segunda-feira. Ele também deixa o comando do Comitê Organizador Local (COL) da Copa de 2014. Foto de arquivo. 06/06/2011      REUTERS/Nacho Doce