19 de Março de 2012 / às 17:28 / em 6 anos

CORREÇÃO-Estado de saúde de Havelange é grave, diz hospital

O ex-presidente da FIFA João Havelange na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, 22 de novembro de 2010. O ex- presidente Havelange está em estado grave em um hospital particular no Rio de Janeiro, segundo médicos que tratam do ex-dirigente de 95 anos. REUTERS/Bruno Domingos

(Corrige o nono parágrafo para esclarecer que Havelange anunciou seu desligamento do COI no ano passado, não neste ano)

RIO DE JANEIRO, 19 Mar (Reuters) - O ex- presidente da Fifa e presidente de honra da entidade, João Havelange, está em estado grave em um hospital particular no Rio de Janeiro, segundo médicos que tratam do ex-dirigente de 95 anos.

“O estado clínico do Presidente de Honra da Fifa é grave e inspira cuidados”, afirma o hospital Samaritano em nota divulgada nesta segunda-feira.

Ele deu entrada no hospital na noite de domingo e passou por uma bateria de exames. Os médicos detectaram que Havelange tem um quadro agudo de infecção.

O ex-presidente da Fifa está na unidade coronariana do hospital tomando antibióticos na veia e sendo monitorado. Não há previsão de alta, segundo os médicos.

No ano passado, Havelange já esteve internado para cuidar de problemas no rosto.

O ex-dirigente presidiu a Fifa entre 1974 e 1998 e foi sucedido por Joseph Blatter, atual presidente da entidade.

Ambos se tornaram inimigos políticos e Blatter abriu uma investigação na Fifa para apurar a ligação entre Havelange e a empresa de marketing esportivo ISL, que era parceira da Fifa e faliu em 2001 deixando um rombo de mais de 300 milhões de dólares.

O caso está sendo investigado pela Justiça da Suíça, onde fica a sede da Fifa.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) também abriu uma investigação contra Havelange, que era membro da entidade. O ex-dirigente anunciou no ano passado seu desligamento do órgão definitivamente, evitando assim uma eventual expulsão.

Havelange é ex-sogro de Ricardo Teixeira, que presidiu a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por 23 anos e renunciou à presidência da entidade na semana passada.

Reportagem de Rodrigo Viga Gaier

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below