Chelsea não diminuir diferença após empate com Tottenham

sábado, 24 de março de 2012 14:22 BRT
 

Reportagem de Martyn Herman

LONDRES, 24 de março (Reuters) - O Chelsea perdeu a oportunidade de diminuir a diferença que o mantém longe do quarto colocado, o Tottenham Hotspur, depois que o jogo desde sábado, em Stamford Bridge, pelo Campeonato Inglês, terminou empatado em 0X0.

O Tottenham continua com cinco pontos de vantagem do Chelsea na corrida pelos quatro primeiros lugares do campeonato, embora eles tenham perdido as melhores oportunidades de marcar, num confronto que eles não ganham desde 1990.

O empate deixou o time com 55 pontos, mesmo número de pontos do Arsenal, terceiro colocado na tabela de classificação e que enfrenta o Aston Villa em casa, no sábado. O Chelsea que praticamente não ameaçou, tem 50 pontos.

Depois de um primeiro tempo entediante, em que a melhor chance de marcar foi de Rafael van der Vaart, do Tottenham, nos acréscimos, o segundo tempo foi bem mais amimado, com os dois times mandando bolas na trave.

Juan Mata, acertou a trave ao cobrar um tiro livre para o Chelsea enquanto a cabeçada de Gareth Bale bateu na trave do outro lado do campo.

Emmanuel Adebayor desperdiçou uma grande oportunidade para o Spurs, quando depois de passar pelo goleiro Petr Cech, chutou fraco e Gary Cahill jogou a bola para fora.

Cech também salvou um tiro livre perigoso de Bale, nos acréscimos.

Mais tarde no sábado, o Manchester City pode voltar para o topo da tabela se conseguir evitar uma derrota em Stoke City. O Manchester United, que lidera o campeonato por um ponto, joga em casa contra o Fulham, na segunda-feira.

O Wigan Athletic deu sinal de vida ao vencer por 2-1 o Liverpool, que agora tem apenas duas vitórias em onze jogos. O Arsenal bateu o Aston Villa por 3 a 0.

O Wolverhampton Wanderers permaneceu em baixa após uma derrota por 2-1, em Norwich City. O Swansea City perdeu em casa por 2-0 para o Everton. O Bolton Wanderers conquistou uma vitória por 2-1 sobre o Blackburn Rovers, na primeira partida desde Fabrice Muamba sofreu uma parada cardíaca no Tottenham na semana passada.