25 de Março de 2012 / às 16:52 / em 6 anos

Apesar de pódio, McLaren lamenta desempenho na Malásia

Por John O‘Brien

SEPANG, Malásia (Reuters) - A McLaren sofreu com a chuva no Grande Prêmio da Malásia deste domingo e lembrará da corrida com uma ponta de tristeza por ter tido que se contentar com o terceiro lugar de Lewis Hamilton após uma classificação perfeita.

Sob o sol glorioso de sábado, Hamilton e seu companheiro de equipe Jenson Button fecharam a primeira fila, mas um dia depois uma chuva torrencial e pit stops lamentáveis comprometeram a prova de Hamilton e arruinaram as chances de Button por conta de uma feia colisão.

Hamilton conseguiu a terceira colocação atrás da Ferrari de Fernando Alonso e da Sauber de Sérgio Pérez, mas Button não se recuperou da perda de partes de sua asa dianteira logo no início e cruzou na 14ª posição.

“Um dia decepcionante para nós, claro, mas em termos de controle de danos poderia ter sido muito pior”, disse Martin Whitmarsh, chefe da equipe, aos repórteres após a corrida, interrompida durante 51 minutos quando as condições se tornaram perigosas demais.

“Muitos pilotos que cogitamos como candidatos reais ao título provavelmente não conseguiram tantos pontos quanto gostariam, e obviamente Jenson. Mas foi um dia ruim para ele. Acho que nestas condições ele vai se cobrar bastante”.

Hamilton ainda liderava quando a bandeira vermelha foi erguida após oito voltas, mas perdeu a posição para Alonso após o reinício, quando ambos foram para os boxes e o britânico ficou preso no tráfego.

“Paramos Lewis na altura certa, mas acho que a Ferrari chamou Alonso e Felipe Massa aos boxes juntos, e por isso tivemos que segurar e Alonso estava na frente”, acrescentou Whitmarsh.

“Pérez é quem foi rápido hoje. Estamos em segundo e terceiro no campeonato de pilotos e liderando no de construtores”.

Hamilton foi igualmente positivo sobre os pontos ganhos em comparação aos perdidos, um forte contraste com uma semana atrás, quando também terminou em terceiro na Austrália largando na pole e sua decepção foi mais evidente.

“Realmente não posso me queixar. Estou no pódio pela segunda semana consecutiva, então estou bastante feliz”, declarou. “Sinto-me um felizardo por ter conseguido me manter longe da confusão com as condições mudando constantemente. Acho que fizemos um ótimo trabalho”.

Button, normalmente excelente na pista molhada, culpou-se por bater na traseira da HRT de Narain Karthikeyan enquanto tentava passar o indiano após uma troca de pneus.

“Estava lutando para manter os pneus na temperatura certa e foi totalmente minha culpa. Pisei nos freios, travei as rodas de trás e não consegui desacelerar o carro”, admitiu. “A tarde já estava difícil e aí tudo saiu de controle. Tudo que podia dar errado deu. Só posso rir agora, foi terrível hoje”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below