Vôlei de praia feminino ganha opção de trajes "recatados"

quarta-feira, 28 de março de 2012 13:22 BRT
 

LONDRES, 28 Mar (Reuters) - As jogadoras de vôlei de praia poderão usar shorts e tops de manga comprida em vez de biquínis na Olimpíada de Londres.

"Alguns países por razões religiosas ou culturais solicitaram mais flexibilidade", disse o porta-voz da Confederação Internacional de Voleibol, Richard Baker, nesta quarta-feira.

Também será permitido que as atletas cubram a cabeça.

A notícia pode frustrar torcedores para os quais a grande atração do esporte é ver as musas de biquíni rolando na areia ao som do rock.

Seja como for, os novos trajes só devem ser vistos na arena caso haja alguma grande surpresa nos pré-olímpicos, dando vagas a duplas de países sem tradição na modalidade, ou se o verão londrino se mostrar excepcionalmente frio.

As jogadoras já tinham a opção de disputar as partidas com maiôs inteiros no circuito mundial, e muitas fizeram isso em um torneio no ano passado em Haia.

Baker disse que o pedido por trajes mais recatados partiu inicialmente da federação africana.

(Reportagem de Alan Baldwin)

 
Jogadora de vôlei de praia norte-americana Elaine Youngs (D) tenta bloquear a brasileira Renata Ribeiro durante final de torneio mundial, em Barcelona, em maio de 2008. As jogadoras de vôlei de praia poderão usar shorts e tops de manga comprida em vez de biquínis na Olimpíada de Londres. Foto de arquivo 31/05/2008  REUTERS/Albert Gea