Após polêmica, Fifa enviará Valcke para falar de Copa no Senado

segunda-feira, 2 de abril de 2012 18:32 BRT
 

BRASÍLIA, 2 Abr (Reuters) - O secretário-geral da Fifa, Jerôme Valcke, vai participar de audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, no dia 11 de abril, para falar dos preparativos da Copa do Mundo de 2014, indicando que a entidade máxima do futebol não atendeu aos apelos do Brasil para que ele fosse afastado da interlocução com o governo na organização da competição.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, chegou a enviar uma carta ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, pedindo o descredenciamento de Valcke como interlocutor depois que ele afirmou que o Brasil merecia um "chute no traseiro" para acelerar os preparativos para a Copa do Mundo.

Quando Blatter veio ao Brasil, em março, Rebelo reiterou o pedido e uma fonte do governo disse à Reuters que Valcke seria "suspenso" desse papel.

A assessoria da Comissão do Senado afirmou que o requerimento, aprovado em novembro do ano passado, era destinado à Blatter, mas na sexta-feira a Fifa indicou Valcke para representar a entidade.

Rebelo também foi convidado, mas ainda não respondeu oficialmente se vai. Os senadores trabalham com a possibilidade de ele ir à Comissão um dia antes de Valcke.

Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou a Lei Geral da Copa, uma das reivindicações mais urgentes da Fifa, e agora o projeto será analisado pelo Senado.

A audiência com Valcke servirá para tratar dessa legislação e de outros temas relacionados à Copa.

(Reportagem de Jeferson Ribeiro)

 
O secretário-geral da FIFA, Jerome Valcke, fala a uma conferência após uma reunião com o Comitê Executivo da FIFA em Zurique, 30 de março de 2012. REUTERS/Arnd Wiegmann