Metrô de Londres se desculpa por mapa olímpico sem tetracampeã

quarta-feira, 4 de abril de 2012 16:53 BRT
 

Por Ethan Bilby

LONDRES, 4 Abr (Reuters) - Inspirado nos Jogos Olímpicos deste ano, os responsáveis pelo transporte público de Londres criaram uma versão especial do mapa do metrô da cidade substituindo os nomes das estações pelo de atletas olímpicos, mas deixaram de fora uma das maiores campeãs.

Enquanto atletas da atualidade como Usain Bolt estão bem representados entre os 361 nomes, a holandesa Fanny Blankers-Koen ficou de fora.

Conhecida como "Dona-de-casa voadora", a atleta, que tinha dois filhos, foi a primeira mulher a conquistar quatro medalhas de ouro numa mesma Olimpíada em 1948, justamente em Londres.

"Com 361 estações e muitos milhares de atletas para se escolher, infelizmente haveria algumas pessoas do esporte que ficariam fora do mapa", disse o diretor de marketing da Transport for London (TfL), Chris Macleod.

"No entanto, nos desculpamos se alguma ofensa foi causada pela omissão de Fanny Blankers-Koen, que foi claramente uma atleta memorável. Estamos falando com a editora do mapa para garantir que ela seja incluída na próxima reimpressão", disse ele em comunicado.

A Real Federação Holandesa de Atletismo alertou o chefe da Olimpíada de Londres, Sebastian Coe, que Blankers-Koen merecia uma lugar no mapa.

A Victoria Station foi renomeada em homenagem ao velocista Bolt, enquanto o atacante do Manchester City Carlos Tevez é a nova estação Edgware Road, após sua medalha de ouro conquistada com a Argentina em 2004.

O norte-americano Florence Griffith-Joyner ganhou como homenagem a estação Embankment.   Continuação...