Chelsea vence com gol polêmico, Spurs empata

sábado, 7 de abril de 2012 18:02 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Um gol do Chelsea em impedimento tornou-se uma cruel reviravolta do destino para o Wigan Athletic e possivelmente para o Tottenham Hotspur após um dos maiores erros do campeonato inglês, influenciando o topo e o fundo da tabela no sábado.

O Chelsea arrancou uma vitória por 2 x 1 sobre o Wigan graças a um claro impedimento no gol de Branislav Ivanovic e um gol no último suspiro de Juan Mata que deu impulso na corrida por uma das quatro vagas na Liga dos Campeões e eventualmente na terceira colocação, que classifica automaticamente para a fase de grupos.

O Tottenham é o terceiro após o empate em 0 x 0 com o Sunderland, mas o Arsenal pode retomar a posição se empatar em casa com o segundo colocado Manchester City no domingo, quando o líder Manchester United, com 76 pontos e cinco de vantagem, recebe o Queens Park Rangers.

Os jogadores do Wigan cercaram a arbitragem e o treinador Roberto Martinez mais tarde classificou a decisão como "horrível" e "nojenta", após o polêmio gol de Ivanovicaos 17 do segundo tempo.

Mohamed Diame empatou para os visitantes, que jogaram melhor que os anfitriões em boa parte do jogo, mas Mata marcou e deixou o quinto colocado a três pontos do Tottenham, enquanto o Wigan continua na penúltima colocação pelo saldo de gols.

A origem do gol da vitória do Chelsea no último minuto também foi dura para o Wigan, apesar de terem se sobrecarregado no ataque. Fernando Torres chutou na trave, abola bateu no espanhol Mata e entrou no gol.

"Nós lutamos até o último minuto pelos três pontos, e tivemos muitas chances de marcar", disse Mata, cujo time chegou às semifinais da Liga dos Campeões no meio da semana e vista o Fulham na segunda-feira antes da semifinal da Copa da Inglaterra no próximo fim de semana contra o Tottenham.

O Newcastle,que venceu fora de casa o Swansea por 2 x 0 na sexta-feira, tem os mesmos 56 pontos do Chelsea e está em sexto lugar. O Tottenham tem 59 e o Arsenal, 58.

APELOS POR PÊNALTI   Continuação...