Balotelli e Mancini fazem as pazes, diz agente

quinta-feira, 12 de abril de 2012 13:23 BRT
 

12 Abr (Reuters) - O atacante do Manchester City Mario Balotelli resolveu suas diferenças com o técnico Roberto Mancini e pode continuar no clube inglês por mais dois anos, disse seu agente nesta quinta-feira.

A carreira do jogador tem sido marcada por polêmicas desde seus anos rebeldes de adolescente na Inter de Milão, e seu mais recente incidente no City foi outro cartão vermelho na derrota do final de semana para o Arsenal.

Reportagens na mídia especularam que Balotelli poderia ser vendido a seu clube de infância, o Milan, no final da temporada, diante do seu currículo de mau comportamento, mas o empresário Mino Raiola negou os rumores.

"Eu estou em Manchester, mas não para qualquer negócio de transferência. Falei com Mario e Mancini, houve um momento de tensão, mas agora a situação é mais tranquila", disse o agente à TV Sky Italia.

"Mario compreendeu seus erros, ele é especial em todos os sentidos, às vezes ele comete erros sem querer. Há uma enorme pressão dos fãs de Mario, mas o Manchester City não pretende vendê-lo."

"Ele deve crescer aqui, então, em um ou dois anos, vamos ver", acrescentou Raiola.

Mancini já conhecia o comportamento raivoso do jogador italiano por ter treinado ele na Inter, mas mesmo assim o trouxe para o Manchester City em agosto de 2010 por 22 milhões de euros (28,9 milhões de dólares).

Alguns fãs estão culpando o atacante de 21 anos, cujas aventuras fora do campo incluem atear fogo ao seu banheiro com fogos de artifício, pela desvantagem de cinco pontos do City para o líder Manchester United na corrida para o título da liga.

O técnico da seleção italiana Cesare Prandelli chegou a questionar a presença dele em seu elenco para a Euro 2012.

(Texto de Mark Meadows)