Schumacher põe Mercedes na frente nos treinos na China

sexta-feira, 13 de abril de 2012 09:52 BRT
 

Por Alan Baldwin

XANGAI, 13 Abr (Reuters) - Michael Schumacher voltou nesta sexta-feira à Xangai, cenário da sua 91a e última vitória na Fórmula 1, e marcou pela equipe Mercedes o melhor tempo nos treinos livres para o GP da China.

O heptacampeão, de 43 anos, não vence uma corrida desde 2006, quando estava na Ferrari. Ele fez o melhor tempo da sessão vespertina, 1min35s973, à frente de Lewis Hamilton, da McLaren, que perderá cinco posições no grid por causa de uma troca de câmbio.

Hamilton, único piloto a vencer duas vezes o GP da China (criado em 2004), havia dado apenas sete voltas de manhã, para poupar os pneus, mas isso foi o suficiente para obter o melhor tempo da sessão: 1min37s106.

Por causa da punição automática pela troca do câmbio, Hamilton não poderá realizar seu plano de conseguir a terceira pole position consecutiva na temporada.

Na sessão matinal, Nico Rosberg e Schumacher ficaram em segundo e terceiro lugares com suas Mercedes, depois de enfrentarem protestos da Lotus na véspera por causa de uma polêmica asa traseira.

O mexicano Sérgio Pérez, que levou a Sauber a um surpreendente segundo lugar na Malásia no mês passado, ficou em quarto pela manhã, à frente do japonês Kamui Kobayashi, seu colega de equipe.

À tarde, porém, os favoritos de sempre fizeram sua parte. O campeão Sebastian Vettel, da Red Bull, terminou o dia com o terceiro melhor tempo, e seu colega Mark Webber foi o quarto.

A Ferrari parece ter enfrentado problemas outra vez. Fernando Alonso, líder do campeonato, ficou em 11o de manhã e 10o à tarde. Seu companheiro Felipe Massa foi o 17o à tarde.

Jules Bianchi, piloto reserva da Force India, estreou em treinos, substituindo Paul di Resta na primeira sessão do dia.

Outros nomes poucos familiares incluíram o finlandês Valtteri Bottas, piloto reserva da Williams, e o holandês Giedo van der Garde, da Caterham.

 
Piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher, da equipe Mercedes, durante segunda sessão de treinos do Grande Prêmio chinês de F1 no circuito internacional de Xangai. 13/04/2012  REUTERS/Petar Kujundzic