Balotelli tenta salvar seu lugar na seleção da Itália

terça-feira, 17 de abril de 2012 13:26 BRT
 

17 Abr (Reuters) - O atacante do Manchester City Mario Balotelli tentou aplacar a irritação do técnico da seleção da Itália, Cesare Prandelli, declarando que a equipe nacional é mais importante do que qualquer outra coisa.

A recente expulsão de Balotelli na partida do City contra o Arsenal no início deste mês levou Prandelli a ponderar se o jogador cabeça-quente, de 21 anos, deve ser convocado para a Eurocopa em junho, dado o seu histórico de mau comportamento.

"A seleção nacional para mim vem antes de tudo. Eu quero ganhar com o Manchester City e na Euro", disse o jogador ao jornal Gazzetta dello Sport desta terça-feira.

As chances de Balotelli ir ao torneio de Ucrânia e Polônia, onde a Itália enfrentará Espanha, Irlanda e Croácia na primeira fase, aumentaram com a lesão do atacante Giuseppe Rossi e com o retorno de Antonio Cassano aos gramados só agora depois de um problema cardíaco.

Se não convocar Balotelli, Prandelli ficará sem um atacante veloz, mas o técnico italiano teme repetições de problemas de comportamentos do ex-jogador da Inter de Milão, que já fez sete partidas pela Itália.

"Eu assegurei tanto o técnico do City, Roberto Mancini, quanto Prandelli que eu não vou deixar meus companheiros de equipe com 10 homens em campo novamente", disse Balotelli, cujo time está em segundo lugar no Campeonato Inglês.

(Texto de Mark Meadows)