Vou fazer todo mundo me engolir,diz Zagallo sobre disputa na CBF

quarta-feira, 18 de abril de 2012 19:24 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 18 Abr (Reuters) - Candidato à vice-presidência da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para região Sudeste, o tetracampeão Mário Jorge Zagallo citou uma velha frase para se posicionar na disputa com o paulista Marco Polo del Nero.

"Eu não olho pelo aspecto político. Sou contra a parte política. Sou o Zagallo que conviveu com a seleção e quero o melhor para o futebol brasileiro... vou fazer todo mundo (me) engolir", disse ele a jornalistas nesta quarta-feira.

"Para mim é um orgulho ser lembrado para assumir um cargo de grande importância", acrescentou o campeão mundial como jogador em 1958 e 1962, como técnico em 1970 e como auxiliar técnico em 1994.

Em 1997, quando estava sendo pressionado para deixar o cargo de técnico seleção diante das dificuldades do Brasil na preparação para a Copa do Mundo da França, Zagallo eternizou a frase 'vocês vão ter que me engolir' na comemoração da conquista da Copa América na Bolívia.

Zagallo foi indicado para a disputa na CBF pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro, contrária ao novo presidente da CBF, José Maria Marin, que é próximo de Del Nero, presidente da federação paulista.

Sempre atento ao futebol, Zagallo disse estar preocupado com a seleção comandada pelo técnico Mano Menezes ao afirmar que faltando dois anos para a Copa de 2014 o Brasil ainda não tem um time base para o Mundial.

"O tempo está passado e isso é preocupante. Não estou contra o Mano Menezes, mas acho que já deveria ter uma equipe com uma base para dar continuidade", afirmou.

"Quero ver o Brasil ganhando e fico torcendo na TV. Não tem como o Brasil perder duas Copas em casa. Nosso lema é vencer, vencer e vencer. É uma equipe que ainda não começou, mas temos condições", finalizou ele sobre o Mundial de 1950, quando o Brasil foi vice-campeão em casa.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)