Nadal e Djokovic se enfrentarão na final em Monte Carlo

sábado, 21 de abril de 2012 15:28 BRT
 

MONTE CARLO, 21 Abr (Reuters) - O tenista número um do mundo Novak Djokovic tentará derrotar o espanhol Rafael Nadal na final do Masters de Monte Carlo no domingo.

Nadal garantiu sua 41a vitória seguida ao derrotar o francês Gilles Simon por 6-3 6-4 na semifinal no sábado, enquanto o sérvio superou o sexto cabeça-de-chave Tomas Berdych, da República Tcheca, por 4-6, 6-3 e 6-2.

Djokovic venceu os sete últimos encontros com Nadal, todos eles finais em grand slams ou Masters.

"Meu sentimento é que tenho muito menos a perder do que ele", disse Nadal em uma entrevista coletiva. "Tenho tudo para vencer. Essa é a única coisa positiva sobre a perda de sete vezes".

"Estar na final é uma notícia fantástica... Não se esqueça que algumas semanas atrás eu não sabia se estaria aqui jogando ou não", acrescentou o espanhol, que teve de desistir no mês passado do Sony Ericsson Masters em Miami antes da semifinal devido a uma lesão no joelho.

Djokovic recusou-se a considerar-se como favorito, já que Nadal está invicto em Monte Carlo desde 2005 e chegou à final neste ano sem peder nenhum set.

"Eu preciso jogar bem desde o primeiro até o último ponto. Eu não posso ter altos e baixos. Eu não posso dar esse luxo contra Rafa. Eu estou ciente disso. Mas por que não acreditar que eu posso ganhar?"

Djokovic foi tomado pela emoção várias vezes desde a morte do seu avô na quinta-feira e o melhor do mundo teve que dar duro para despachar Berdych após duas horas e 42 minutos.

O sérvio repetidamente gritou alto e fechou os punhos várias vezes enquanto reagia no segundo set.

Ele empolgou a multidão quando acertou um backhand para selar a vitória e avançar à sua 45a final de ATP.

(Reportagem de Gregory Blachier)

 
Nadal troca de camiseta durante partida contra Nieminen do Masters de Monte Carlo em Mônaco. O tenista número um do mundo Novak Djokovic tentará derrotar o espanhol Rafael Nadal na final do Masters de Monte Carlo no domingo. Foto de arquivo. 18/04/2012   REUTERS/Eric Gaillard