Batido no ranking, Cielo promete mandar recado dentro d'água

segunda-feira, 23 de abril de 2012 15:20 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO, 23 Abr (Reuters) - Cesar Cielo está ansioso para provar aos adversários, e a ele mesmo, que ainda é o nadador mais rápido do mundo.

O campeão olímpico e mundial foi desbancado da liderança do ranking dos 50 metros livre no mês passado, e se preparou para nadar "o melhor tempo da vida" no Troféu Maria Lenk desta semana. Ele espera se colocar novamente como principal favorito ao ouro olímpico nos Jogos de Londres.

Cielo aposta em seu desempenho no Maria Lenk, a seletiva olímpica brasileira que ele disputa a partir de quarta-feira no Rio de Janeiro, para desbancar o concorrente.

O australiano James Magnussen despontou na seletiva olímpica do seu país como o principal candidato a impedir o bicampeonato olímpico do brasileiro ao marcar o melhor tempo do ano na prova, 21s74, deixando Cielo em segundo com o tempo de 21s85 conseguido no campeonato sul-americano disputado em Belém.

"Chegou a nossa hora esta semana. É a nossa hora de mostrar que da mesma forma que eles nadaram rápido nós vamos nadar rápido também e dar uma acordada no resto do mundo com alguns tempos que a gente vai fazer", disse o brasileiro a jornalistas no lançamento do novo traje que será utilizado por ele no Maria Lenk e também nos Jogos Olímpicos de Londres.

Sua meta é bater seus melhores tempos pessoais conseguidos sem os maiôs tecnológicos -que estão proibidos pela Federação Internacional de Natação-, o que o colocaria como líder do ranking mundial nos 50m e entre os três primeiros nos 100m. Magnussen lidera as duas listas.

"Minha ideia é fazer o melhor tempo da vida nessa competição", disse Cielo.

"Quero nadar rápido para mim mesmo, para eu olhar o tempo e falar na hora que chegar o momento crítico, na hora do vamos ver, eu psicologicamente estar preparado e confiante que eu posso também nadar rápido e bater na frente de todo mundo", disse.   Continuação...