Brasil aponta Japão como principal rival no futebol feminino

terça-feira, 24 de abril de 2012 20:00 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 24 Abr (Reuters) - A comissão técnica da seleção feminina de futebol do Brasil ficou satisfeita com o sorteio dos grupos para os Jogos de Londres e prevê que o país vai brigar com o Japão pela medalha de ouro, segundo o administrador Paulo Dutra.

"O Japão é o adversário mais forte do momento, mais até que os Estados Unidos, onde a Liga não existe mais. Eles fazem um trabalho de base há 3, 4 anos e tiveram a melhor do mundo", disse ele nesta terça-feira.

"O Japão tem uma equipe fortíssima, formada e tecnicamente muito boa. Para mim o Japão é candidato ao ouro e, depois vem o Brasil. Acho que essa deve ser a final", acrescentou Dutra.

A exemplo do time masculino, a seleção feminina jamais conquistou o ouro olímpico.

O Brasil caiu na chave com Nova Zelândia, Camarões e Grã-Bretanha.

"Das 3 seleções a Nova Zelândia é a equipe mais fraca. Já Camarões é forte e veloz e a Grã Bretanha vem fazendo um trabalho de base forte e vem evoluindo", disse Paulo Dutra.

O administrador da seleção feminina aponta o grupo B, que tem Japão, Suécia, Canadá e África do Sul, como o mais equilibrado. "É o grupo da morte. Esse é muito duro", declarou.

A chave C tem EUA, França, Coréia do Norte e Colômbia.

A seleção feminina aposta mais uma vez no talento da atacante Marta e da coadjuvante Cristiane para obter sucesso em Londres, depois das medalhas de prata em Atenas-2004 e Pequim-2008.

"Vamos com força máxima e todas estarão presentes em busca desse ouro", afirmou Dutra.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)