Ramires faz parte dos planos da seleção, garante Mano Menezes

quarta-feira, 25 de abril de 2012 18:34 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 25 Abr (Reuters) - O meia Ramires, destaque do Chelsea na eliminação do Barcelona nas semifinais da Liga do Campeões, faz parte do grupo da seleção brasileira embora não venha sendo convocado, segundo o técnico Mano Menezes.

A última vez que Ramires foi chamado foi para a Copa América de 2011, quando o Brasil foi precocemente eliminado pelo Paraguai.

O meia brasileiro deu o passe do gol da vitória do Chelsea no jogo de ida na Inglaterra e fez um dos gols, por cobertura, no empate em 2 x 2 com o Barcelona, na terça-feira, na Espanha.

"Ramires vem jogando bem há bastante tempo e faz parte do grupo que chamei desde o início", disse Mano Menezes a jornalistas nesta quarta-feira.

"Às vezes a gente deixa alguém de fora um tempo e as pessoas pensam que deixei de fora e não penso mais no jogador. Talvez já tenha visto o suficiente para considerar ele importante e procura observar outros jogadores", acrescentou.

O treinador avaliou que apesar da eliminação, o Barcelona vai continuar sendo o melhor time do mundo e que pratica o futebol mais vistoso e competitivo.

"A derrota do Barcelona é a derrota de quem chama atenção de todo mundo, do melhor do mundo e que vai ser ainda por um período. Isso é futebol. Futebol é uma bola, um gol... futebol é duro assim mesmo e tem que respeitar", declarou ele, que minimizou o pênalti perdido pelo melhor do mundo, o argentino Lionel Messi.

"Só perde quem bate. Aconteceu com Zico, Maradona, Platini, Pelé, Baggio, todos os grandes já perderam", disse o treinador brasileiro.

Mano Menezes revelou que daqui para frente vai focar e direcionar mais suas convocações para a seleção olímpica nos próximos amistosos do Brasil, mas ainda haverá um bom número de jogadores com idade acima de 23 anos.

Mano praticamente garantiu a presença do atacante Neymar na seleção olímpica ao afirmar que questionar a presença do jogador seria um "absurdo".

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)