Após 5 anos, Ricardinho está de volta à seleção de vôlei

sábado, 28 de abril de 2012 14:20 BRT
 

SÃO PAULO, 27 Abr (Reuters) - Cinco anos depois de um desentendimento com o técnico Bernardinho, o levantador Ricardinho voltou à seleção brasileira de vôlei nesta sexta-feira para a disputa da Liga Mundial.

Bernardinho anunciou nesta sexta-feira uma lista com 18 convocados para a competição que começa em 18 de maio. Os levantadores chamados são Bruno e Ricardinho.

Um dos principais jogadores e líderes do time campeão olímpico em Atenas-2004, Ricardinho teve um problema com o treinador às vésperas dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e desde então ficou fora da equipe.

A volta de Ricardinho abre as portas para sua participação também nos Jogos Olímpicos de Londres, no fim de julho.

O grupo convocado se apresenta na próxima terça-feira para treinamentos e estreia na Liga Mundial contra o Canadá. Finlândia e Polônia são os outros times do grupo.

A fase final da Liga será em Sofia, na Bulgária, de 4 a 8 de julho, entre seis times -os primeiros de cada grupo, o melhor segundo colocado, além do país-sede- que estarão divididos em dois grupos. Os dois primeiros de cada um avançam para as semifinais do campeonato, informou a Confederação Brasileira de Voleibol em seu site.

Além de Bruno e Ricardinho, Bernardinho convocou os opostos Wallace, Leandro Vissotto, Theo, e Renan; os centrais Éder, Sidão, Rodrigão e Lucão; os ponteiros Giba, Murilo, João Paulo Bravo, Dante, Lucarelli e Maurício Borges; e os líberos Serginho e Mário Junior.

(Reportagem de Tatiana Ramil)

 
O brasileiro Ricardinho comemora um ponto contra os Países Baixos durante uma partida nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, 19 de agosto de 2004. Cinco anos depois de um desentendimento com o técnico Bernardinho, o levantador voltou à seleção brasileira de vôlei nesta sexta-feira para a disputa da Liga Mundial. REUTERS/Sérgio Moraes