Nadal sofre com Ferrer mas vence seu 7º Aberto de Barcelona

domingo, 29 de abril de 2012 16:00 BRT
 

Por Iain Rogers

BARCELONA, 29 Abr (Reuters) - Rafael Nadal se tornou o primeiro tenista a conquistar dois torneios sete vezes ao vencer o tenaz compatriota David Ferrer em parciais de 7-6 e 7-5 na emocionante final do Aberto de Barcelona neste domingo.

Em uma reprise da disputa do título do ano passado e exatos 10 anos após sua estreia no circuito mundial, Nadal saiu vencedor da saraivada de golpes no saibro entre os dois melhores jogadores do país, que maravilharam a plateia lotada na capital catalã.

O número dois do mundo, que conquistou um inédito oitavo título no Masters de Monte Carlo na semana passada, arrebatou o gigantesco troféu Conde de Godó pela sétima vez em oito anos em sua 34a vitória consecutiva no evento.

Foi a 48a vitória da carreira do campeão de Roland Garros e seu 34o triunfo em seu piso favorito.

"Sem dúvida foi minha partida mais difícil desde o início da temporada no saibro", disse Nadal em entrevista à TV espanhola. "Acho que David mais que mereceu conquistar este título e realmente lhe desejo o melhor pelo resto de sua carreira".

Sexto do ranking, Ferrer disputou o apertado primeiro set bola a bola com seu companheiro de Copa Davis, mas não conseguiu converter cinco set points no saque de seu adversário quando liderava em 6-5 e se apagou a ponto de perder o tiebreak por 7-1.

Encarando Nadal pela quarta vez na final de Barcelona e buscando seu quarto título no circuito ATP neste ano, Ferrer parecia exaurido àquela altura, mas depois de perder seu saque em 3-1 conseguiu conjurar forças para devolver a quebra.

Na sequência, Ferrer recorreu às suas famosas resistência e tenacidade para abrir caminho até liderar por 5-4, mas novamente fracassou no encerramento e Nadal venceu os três games seguintes, selando a vitória com um winner de backhand e pulando em comemoração.

"Rafa é Rafa, e ele é muito bom", disse Ferrer à TV espanhola. "Perdi quatro vezes para ele aqui na final, mas agora sei que perdi para um dos grandes", acrescentou o tenista de 30 anos.

"Ele é um ótimo jogador e ainda melhor pessoa".

 
O espanhol Rafael Nadal morde o troféu Conde de Godo após derrotar seu compatriota David Ferrer e vencer o torneio de tênis Barcelona Open, em Barcelona, 29 de abril de 2012. REUTERS/Albert Gea