Grã-Bretanha exige desculpas da Argentina por anúncio olímpico

sexta-feira, 4 de maio de 2012 13:29 BRT
 

Por Stephen Addison

LONDRES, 4 Mai (Reuters) - A Grã-Bretanha exigiu nesta sexta-feira um pedido de desculpas da Argentina, acusando o governo argentino de explorar os Jogos Olímpicos deste ano para propósitos políticos ao transmitir um anúncio na TV "de mau gosto e ofensivo", no qual reafirmava sua reivindicação pelas Ilhas Malvinas.

A propaganda mostra um jogador argentino de hóquei treinando nas Ilhas Malvinas, descritas na transmissão como "solo argentino". As ilhas, chamadas de Falklands pelos britânicos, são disputadas pelos dois países.

O secretário britânico da Defesa, Philip Hammond, pediu que o Comitê Olímpico Internacional (COI) examine o anúncio e condenou fortemente sua transmissão.

"É de mau gosto, é provocativo e bastante ofensivo para os muitos soldados, marinheiros e aviadores britânicos que deram suas vidas para proteger as Falklands", disse Hammond à TV Sky.

"Acho que é uma quebra de um dos princípios mais fundamentais das Olimpíadas, o de que a política fica de fora, que ninguém deve explorar o logo olímpico, a mensagem olímpica, para propósitos políticos. Espero que o COI averigue isso."

Ele não chegou a propor o banimento da Argentina dos Jogos, mas acrescentou: "Acho que no mínimo a Argentina deveria retirar aquele vídeo e pedir desculpas."

Pouco antes, o secretário de Relações Exteriores britânico, William Hague, havia qualificado a propaganda como "provocação publicitária".

TENSÃO DIPLOMÁTICA   Continuação...