Bernardinho elogia postura de ex-capitão Ricardinho em retorno

sexta-feira, 4 de maio de 2012 18:01 BRT
 

SAQUAREMA, Rio de Janeiro, 4 Mai (Reuters) - De volta à seleção brasileira após cinco anos, o ex-capitão Ricardinho pode ser um "algo a mais" para ajudar o Brasil a recuperar seu título de campeão olímpico de vôlei, na avaliação do técnico Bernardinho.

Ricardinho se apresentou esta semana no centro de treinamento da equipe, em Saquarema (RJ), para iniciar os preparativos para a Liga Mundial e os Jogos Olímpicos de Londres. Ele estava longe da equipe desde que teve um problema com o treinador às vésperas dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, e foi cortado por motivo disciplinar.

"Ele chegou pré-disposto a fazer aquilo que dele se espera, que é ser um integrante da equipe, um integrante importante pela categoria e competência que ele tem", disse Bernardinho a repórteres nesta sexta-feira.

"Se ele realmente continuar trabalhando da forma que está trabalhando, se dedicando dessa forma, ele é uma pessoa sempre bem-vinda, é um atleta que pode somar muito."

"É importante que a gente valorize todas as peças. Ter ele como jogador é um algo a mais que pode nos trazer benefícios em competições tão importantes como a Olimpíada", acrescentou.

Como levantador e líder da equipe, Ricardinho ajudou o Brasil a conquistar o ouro olímpico nos Jogos de Atenas-2004, no auge de uma geração que conquistou praticamente todos os títulos que disputou. Sem ele, o Brasil acabou batido pelos EUA na final da Olimpíada de Pequim, há quatro anos.

Sua volta às quadras pela seleção será durante a Liga Mundial, que começa em 18 de maio. O Brasil estreia contra o Canadá, e tem Finlândia e Polônia como outros adversários do grupo.

Ricardinho disse que ficou aliviado pela recepção que teve de seus companheiros da seleção, e considerou como resolvidos os problemas do passado.

"A sintonia se percebe no alongamento, na academia, você vê que já existe essa sintonia há muito tempo. Acredito que estava só empoeirada, encostada na garagem, agora é dar uma lavada e colocar o carro na pista", disse ele.

Além de Ricardinho, o outro levantador da seleção na Liga Mundial será Bruno, filho do treinador e que foi titular da equipe nos últimos anos.

(Reportagem da Reuters TV)

 
Ricardinho participa de treino da seleção brasileira de vôlei nesta sexta-feira em Saquarema (RJ). REUTERS/Sergio Moraes