Itália investiga 22 times por manipulação de jogos

quarta-feira, 9 de maio de 2012 10:09 BRT
 

ROMA, 9 Mai (Reuters) - Atalanta, Novara e Siena, da primeira divisão do futebol italiano, estão entre os 22 clubes do país a serem investigados por suspeitas de manipulação de resultados, informou a Federação Italiana de Futebol (FIGC) nesta quarta-feira.

A Sampdoria, ex-finalista da Liga dos Campeões, hoje na Série B do italiano, também está sendo investigada, junto com 52 jogadores, segundo a FIGC.

Esses nomes foram submetidos ao comitê disciplinar da entidade depois de investigações judiciais feitas desde dezembro na cidade de Cremona (norte). A imprensa italiana especula que haverá um grande julgamento esportivo nos próximos meses.

A FIGC listou 33 partidas, quase todas na Série B, mas também duas da Copa da Itália, que são suspeitas de terem sido manipuladas para beneficiar apostadores nas últimas temporadas.

Atalanta, Novara e Siena jogavam na Série B na época da suposta manipulação.

O Atalanta já havia sido punido por manipulação de resultados em agosto do ano passado, junto com outros 16 clubes. Por isso, o time começou a atual temporada com seis pontos a menos.

Seu ex-capitão Cristiano Doni, suspenso do futebol por três anos e meio naquele veredicto e detido em dezembro do ano passado, está entre os 52 jogadores envolvidos na nova investigação.

Em 2006, um escândalo semelhante levou à cassação dos títulos italianos de 2005 e 2006 da Juventus, que foi rebaixada à Série B. De volta à elite, a Juventus foi campeã no domingo passado.

(Texto de Brian Homewood)