Diretor da Roma confirma saída de técnico Luis Enrique

sexta-feira, 11 de maio de 2012 12:46 BRT
 

ROMA, 11 Mai (Reuters) - O técnico Luis Enrique deixou o comando da Roma, pondo fim a um reinado conturbado no comando do time italiano, confirmou o diretor-geral do clube nesta sexta-feira.

"O trabalho dele era bom. A certa altura isso o cansou e ele sentiu a necessidade de parar", disse o diretor-geral, Franco Baldini, à Sky. "Ele não vai treinar em nenhum lugar na próxima temporada."

"Nós o convidamos para usar todo o tempo que ele precisasse para decidir, esperando até o fim que ele ficasse."

A imprensa italiana havia informado a saída de Luis Enrique na quinta-feira, depois que surgiu um vídeo dele aparentemente dizendo adeus aos jogadores no campo de treino do clube, mas nem a Roma, nem o próprio treinador, confirmaram a notícia.

A temporada tem sido dura para a Roma, cujos novos proprietários, liderados pelo norte-americano Thomas DiBenedetto, colocaram o espanhol à frente de um projeto de longo prazo que eles esperavam tornar o clube tão bem sucedido quanto os três grandes Milan, Juventus e Inter de Milão.

No entanto, o clube sofreu 14 derrotas, está em sétimo no campeonato com uma partida restando para jogar e talvez não se qualifique para as competições europeias na próxima temporada.

O ex-atacante do Roma Vincenzo Montella, que treinou o clube na segunda metade da temporada passada após a partida de Claudio Ranieri, foi cotado para assumir o lugar de Luis Enrique, mas Baldini disse que o clube ainda não tinha escolhido ninguém.

(Reportagem de Terry Daley)