Aldo confirma Natal em 2014 e contesta critério da Fifa para obra

quarta-feira, 16 de maio de 2012 18:10 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 16 Mai (Reuters) - O estádio de Natal está garantido na Copa do Mundo de 2014, apesar do alerta feito pela Fifa sobre o andamento das obras, garantiu nesta quarta-feira o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, que contesta os critérios adotados pela entidade para colocar em risco a participação da arena no evento.

"Não é fato (que Natal está em alerta vermelho)", disse ele a jornalistas durante o 24o Fórum Nacional, no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro.

"O prazo para conclusão de Natal é dezembro de 2013 e esse prazo vai ser cumprido. As obras estão compatíveis para isso", completou.

O ministro declarou que as métricas e critérios de medição adotados pela Fifa para acompanhar o andamento das obras em Natal divergem dos aplicados pelas empreiteiras brasileiras envolvidas na construção do estádio.

Aldo Rebelo acrescentou que confia mais nos critérios das empreiteiras nacionais do que nos aplicados pela Fifa.

"Estive em Natal por duas vezes e o que há é uma diferença de medição de etapas e fase da obra entre a consultoria contratada pela Fifa e as empresas que constroem estádios no Brasil", declarou o ministro.

"Para a Fifa há um atraso e para o ministério e para o consórcio não há esse atraso... cada consultoria tem um critério e acredito e confio mais no critério da empresa que está construindo", complementou ele.

CONSTRUTORAS

Para Rebelo, as grandes construtoras brasileiras que entraram nas obras das arenas das 12 sedes da Copa de 2014 -casos de Odebrecht, Andrade Gutierrez e OAS - querem mostrar eficiência e sucesso nesse ramo para participar futuramente de concorrências internacionais para a construção, por exemplo, de estádios nas Copas da Rússia, em 2018, e, no Catar, em 2022.   Continuação...