Equipes da F1 reforçam segurança após incêndio na Espanha

quarta-feira, 23 de maio de 2012 16:50 BRT
 

MÔNACO, 23 Mai (Reuters) - As equipes e os circuitos da Fórmula 1 mudarão os procedimentos de segurança para garantir que um incêndio como o que devastou a garagem da Williams no Grande Prêmio da Espanha há 10 dias não se repita.

O engenheiro-chefe de operações da Williams, Mark Gillan, disse a jornalistas antes do Grande Prêmio de Mônaco do próximo fim de semana que o incêndio no Circuito da Catalunha, iniciado enquanto a equipe comemorava a primeira vitória em quase oito anos, destruiu 90 por cento da infraestrutura da garagem.

Ele afirmou que um funcionário da equipe ainda estava sendo tratado das queimaduras em um hospital britânico e deveria permanecer lá por outros 10 dias.

Funcionários de outras equipes ajudaram a combater o fogo e houve algumas críticas com relação à aparente demora dos serviços de emergência do circuito de Barcelona.

Gillan disse que participou do grupo de trabalho técnico da FIA na sexta-feira seguinte para analisar a cadeia de eventos depois que o incêndio começou na área de manuseio de combustíveis da equipe.

Embora a causa exata seja desconhecida, eles concordaram com a necessidade de revisão das medidas.

"Definitivamente haverá uma mudança nos procedimentos do circuito", disse ele. "Todos concordamos com um determinado nível de cobertura em um circuito e esse nível de cobertura estava em funcionamento (na Espanha)."