Schumacher mostra que ainda pode brilhar

sábado, 26 de maio de 2012 16:13 BRT
 

Por Alan Baldwin

MÔNACO (Reuters) - As chances de Michael Schumacher correr na Fórmula 1 no ano que vem aumentaram neste sábado, depois de um desempenho que valeria a pole position ao piloto de 43 anos da Mercedes, na classificação para o GP de Mônaco.

Mas uma penalidade de cinco posições no grid, trazida por ele da Espanha, impediu o heptacampeão mundial de celebrar a primeira pole position desde o seu retorno, após a aposentadoria na Ferrari em 2006.

"Acho que seria o desejo de todos depois do desempenho de hoje", disse a jornalistas o chefe da equipe, Ross Brawn, quando questionado sobre se queria estender o contrato do alemão.

"O próprio Michael vai saber quando é hora de se aposentar, e produzindo atuações como a de hoje, por que ele deveria?

"Ele vai continuar contanto que ele faça o que fez hoje."

Schumacher, que deu fim a três anos de aposentadoria para retornar pela Mercedes em 2010, fica sem contrato no fim da temporada e preferiu não comentar sobre o assunto.

"Imagine que só por causa de um resultado que tive neste momento estou subitamente recomeçando ou abrindo um assunto diferente", afirmou ele. "Não, não é o caso. Estou concentrado no que estou fazendo agora."

"Vai chegar um momento em que posso fazer um resumo de tudo e aí vou me sentar com a equipe para ver o que vamos fazer."

O piloto com mais títulos na história da categoria não foi ao pódio desde que voltou e foi muito criticado por aqueles que acreditam que sua melhor fase já passou.