Capitão da Lazio é preso por suspeita de manipular resultados

segunda-feira, 28 de maio de 2012 10:50 BRT
 

Por James Mackenzie

ROMA, 28 Mai (Reuters) - O técnico da Juventus, Antonio Conte, está sob investigação e o capitão da Lazio, Stefano Mauri, foi detido como parte de um inquérito policial sobre a manipulação de resultados no futebol italiano, disseram autoridades nesta segunda-feira.

O lateral-esquerdo Domenico Criscito foi cortado da seleção italiana que disputa a Eurocopa a partir deste mês para limpar seu nome, após também ser colocado sob investigação, informou o vice-presidente da federação de futebol da Itália, Demetrio Albertini.

A polícia visitou o centro de treinamento de Coverciano, onde a seleção treina para o amistoso de terça-feira contra Luxemburgo, e avisou o ex-jogador do Genoa, atualmente no Zenit, que ele está sendo investigado.

O promotor Roberto di Martino, de Cremona, disse que a visita policial dizia respeito apenas a Criscito e não envolvia outros jogadores da seleção.

O empresário de Criscito disse ao site da Gazzetta dello Sport que o jogador ficou surpreso com as acusações, as quais ele negou.

A polícia de Cremona disse já ter detido 19 pessoas e estar investigando Conte, que neste mês levou a Juventus ao seu primeiro título da Série A desde a perda dos troféus de 2005 e 2006 por causa de um escândalo semelhante.

Conte é suspeito de fraude esportiva e associação fraudulenta envolvendo uma partida entre o Siena, seu ex-clube, e o Novara, em abril de 2011. Não há sinal de irregularidades envolvendo a Juventus.

As ações de segunda-feira envolveram cerca de 280 policiais em 23 cidades. Além de Mauri, foi detido também o meiocampista Omar Milanetto, do Padova, que joga na Série B.   Continuação...

 
Apresentação mostra fotos dos dois jogadores presos Stefano Mauri (E) e Alessandro Zamperini (C) da Itália durante coletiva de imprensa sobre operação policial que investiga manipulação de resultados no futebol italiano, em Cremona. 28/025/2012 REUTERS/Paolo Bona