Alemanha não quer supervalorizar derrota para Suíça--Khedira

segunda-feira, 28 de maio de 2012 16:25 BRT
 

BERLIM (Reuters) - A Alemanha não deve reagir exageradamente à chocante derrota por 5 x 3 para a Suíça em um amistoso no fim de semana, afirmou o meio-campista Sami Khedira nesta segunda-feira.

"Não foi um bom jogo para nós no sábado, mas não devemos ficar loucos", disse Khedira, em entrevista coletiva no campo de treinamento da Alemanha pré-Euro 2012, no sul da França.

"Não devemos ignorar o resultado, mas não devemos igualmente superestimá-lo. Nós ainda podemos ganhar o torneio."

Khedira deve retomar sua parceria no meio-campo com Bastian Schweinsteiger, do Bayern de Munique, que ajudou a Alemanha a terminar em terceiro lugar na Copa do Mundo de 2010 na África do Sul.

Schweinsteiger foi um dos oito jogadores do Bayern que ficou de fora da partida de sábado, depois que o técnico Joachim Loew deu-lhes um tempo extra para se recuperar da decepção de perder nos pênaltis para o Chelsea na final da Liga dos Campeões em 19 de maio.

"Os jogadores do Bayern estavam feridos, mas eles agora estão cheios de expectativa para o torneio. Eles estão totalmente focados", disse Khedira.

Loew vai anunciar sua equipe final de 23 jogadores na terça-feira, cortando quatro jogadores de sua lista preliminar.

A Alemanha joga seu último amistoso de aquecimento para o Euro 2012 contra Israel, em Leipzig, na quinta-feira antes das partidas pelo Grupo B contra Portugal, Holanda e Dinamarca na Ucrânia e na Polônia.

(Reportagem de Karolos Grohmann)

 
O jogador alemão de futebol Sami Khedira ouve durante uma coletiva de imprensa em Tourettes, no sul da França, 28 de maio de 2012. REUTERS/Ina Fassbender