Procurador do TPI é nomeado investigador-chefe da Fifa

segunda-feira, 28 de maio de 2012 13:48 BRT
 

AMSTERDÃ, 28 Mai (Reuters) - O procurador internacional Luis Moreno-Ocampo, mais conhecido por perseguir criminosos de guerra, foi nomeado como investigador-chefe do órgão que governa o futebol mundial, hoje assolado pela corrupção, disse o chefe do comitê de governança da Fifa à Reuters.

O comitê executivo da Fifa deve discutir a nomeação de um investigador-chefe nas próximas semanas como parte da proposta de limpeza do órgão após uma série de escândalos.

Em março, o comitê executivo da Fifa aprovou planos para dividir a comissão de ética, que avalia irregularidades cometidas por funcionários, em divisões separadas, sendo uma para investigar os casos e uma para julgá-los.

A nomeação deve atrair atenção como prova de que a Fifa está realmente disposta a avançar com as reformas propostas.

Moreno-Ocampo, cujo mandato como procurador-chefe do Tribunal Penal Internacional em Haia termina em junho, foi nomeado para chefiar a divisão das investigações, de acordo com Mark Pieth, professor do Instituto de Governança, sediado na Suíça.

Pieth lidera um painel de 13 membros criado no ano passado para supervisionar as mudanças na maneira com que a Fifa é administrada.

"O fato de Luis estar na lista mostra o quão sério nós estamos", disse ele à Reuters.

(Reportagem de Sara Webb)