Federer e Djokovic sofrem mais que o esperado para avançar em Paris

quarta-feira, 30 de maio de 2012 16:40 BRT
 

Por Clare Fallon

PARIS, 30 Mai (Reuters) - Roger Federer e Novak Djokovic tiveram mais trabalho do que o esperado para passar para a terceira rodada no Aberto da França na quarta-feira.

Federer estabeleceu um recorde com sua 234a vitória em uma partida de Grand Slam, mas apenas depois de perder dois matchpoints no tiebreak do terceiro set e ter de jogar um quarto set para vencer o romeno Adrian Ungur.

Federer, atualmente o terceiro do ranking mundial, acabou vencendo por 6-3, 6-2, 6-7 e 6-3 na quadra Philippe Chatrier e superou o recordista da era profissional Jimmy Connors. Ele havia se equiparado a ele na primeira rodada de Roland Garros.

"Em vez de ser agressivo, deixei que ele me mostrasse o que ele poderia fazer", disse Federer, sobre os matchpoints perdidos. "Ele jogou muito bem."

Djokovic, o número um do mundo, que quer se tornar o primeiro homem em 43 anos a ganhar os quatro títulos do Grand Slam ao mesmo tempo, despachou os primeiros sete games antes de hesitar diante do esloveno Blaz Kavcic.

"Eu parei", disse o sérvio em uma entrevista coletiva depois da partida que virou uma batalha feroz na qual ele acabou ganhando por 6-0, 6-4 e 6-4. "Eu dei a ele a oportunidade de voltar à partida depois desses primeiros sete games perfeitos."

O público que assistia ao jogo debaixo do sol na quadra Suzanne Lenglen ficou do lado do azarão Kavcic e o esloveno pedia a participação da torcida, que comemorou o seu primeiro game ganho no início do segundo set.

O entusiasmo barulhento da torcida atingiu o ápice depois de ele salvar um breakpoint e manter 3-3 no terceiro set e depois quando conseguiu 0-30 no game seguinte, e o árbitro advertiu a multidão para que permanecesse em silêncio durante a partida.