2 de Junho de 2012 / às 18:53 / 5 anos atrás

Li passa e Schiavone está fora do Aberto da França

Por Clare Fallon

PARIS (Reuters) - As finalistas do ano passado Francesca Schiavone e Li Na seguiram caminhos opostos no Aberto da França neste sábado quando a italiana foi eliminada na terceira rodada e a chinesa seguiu adiante até as oitavas com uma grande vitória.

Schiavone, campeã de Roland Garros em 2010 e vice de Li no ano passado, não teve sorte no confronto com a norte-americana Varvara Lepchenko pela segunda vez em um mês.

Lepchenko, que venceu a número 12 do mundo em Madrid quatro semanas atrás, venceu de novo, batendo Schiavone por 3-6, 6-3 e 8-6 ao sol do meio-dia na quadra um.

A sétima cabeça-de-chave Li teve que dar duro contra a número 36 do mundo Christina McHale dos EUA até vencer por 3-6, 6-2 e 6-1 e avançar para enfrentar Yaroslava Schedova do Casaquistão na quarta rodada.

Enquanto suas rivais trabalhavam, a segunda cabeça-de-chave Maria Sharapova passou fácil por Peng Shuai da China por 6-2 e 6-1 e passou oito minutos a menos na quadra em três partidas do que Schiavone e Lepchenko passaram em uma única partida.

Em um dia quente em Roland Garros, o russo Mikhail Youzhny derreteu corações ao escrever a palavra “SORRY!" com o dedão do pé após fazer apenas seis pontos nos primeiros oito games na partida em que foi eliminando pelo espanhol David Ferrer.

"Eu apenas quis dizer 'sinto muito' aos fãs que vieram ver uma bela partida e eu não pude dar isso," disse Youzhny aos repórteres russos após a derrota por 6-0, 6-2 e 6-2.

MURRAY PASSA

O quarto cabeça-de-chave Andy Murray, que quase foi eliminado na segunda rodada por conta de um problema nas costas na quinta-feira, parecia um novo homem na fácil vitória sobre o colombiano Santiago Giraldo por 6-3, 6-4 e 6-4 e chegou às oitavas.

O britânico encara Richard Gasquet, que venceu o alemão Tommy Haas por 6-7, 6-3 e 6-0.

Li, que no ano passado se tornou a primeira tenista asiática a vencer um Grand Slam, sofreu com seu saque e culpou a si mesma por ser tão passiva.

"No primeiro set eu fiz o que sempre fiz, me sentindo como uma campeã na quadra," disse Li em uma coletiva. "Ela é uma jogadora muito perigosa; Estou feliz por ter vencido... porque tive uma grande experiência."

A quarta cabeça-de-chave, a tcheca Petra Kvitova, campeã de Wimbledon champion, esperava uma vitória tranquila após vencer o primeiro set contra Nina Bratchikova em 28 minutes.

A russa endureceu o jogo, e Kvitova precisou do terceiro set para vencer por 6-2, 4-6 e 6-1 e avançar até a próxima rodada, onde enfrenta Lepchenko.

Editado por Pritha Sarkar

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below