COI inicia 3a visita de inspeção ao Rio para Jogos de 2016

segunda-feira, 4 de junho de 2012 17:21 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 4 Jun (Reuters) - A comissão de coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) destacou nesta segunda-feira, no primeiro dia de sua terceira visita de inspeção ao Rio de Janeiro, os avanços recentes feitos pela cidade na preparação para o evento, mas destacou que passos importantes ainda são esperados para os próximos meses.

A pouco mais de dois meses de assumir das mãos de Londres o bastão como sede das Olimpíadas, o Rio recebe a equipe liderada pela marroquina campeã olímpica Nawal El Moutawake com a maior parte dos projetos olímpicos já encaminhada, de acordo com o prefeito Eduardo Paes.

A principal obra, a construção do Parque Olímpico que vai abrigar a maior parte das instalações esportivas no bairro da Barra da Tijuca, já foi licitada, enquanto o projeto detalhado da Vila Olímpica está concluído e obras de transporte estão em andamento, segundo Paes.

"A quatro anos da Olimpíada do Rio, tudo aqui que demora mais de dois anos e meio a três anos para ficar pronto já está em execução, já está com a solução amarrada. Isso dá um conforto muito grande", disse Paes a jornalistas antes da primeira reunião com a comissão do COI em um hotel de Copacabana.

Em seu discurso de abertura do encontro, Nawal elogiou "a grande quantidade de trabalhos realizados" desde a última visita da comissão, em junho do ano passado, mas ressaltou que "marcos importantes ainda precisam ser atingidos nos próximos meses".

A presidente da comissão, no entanto, não detalhou quais seriam os desafios da cidade durante os minutos em que a sessão foi aberta à imprensa. Os integrantes do COI vão conceder uma entrevista coletiva sobre sua missão na quarta-feira, após visitarem na terça locais em obra para os Jogos.

Entre os assuntos que os organizadores ainda precisam resolver está uma disputa na Justiça sobre a propriedade do terreno selecionado na Barra da Tijuca para receber o torneio olímpico de golfe.

O orçamento completo dos Jogos também ainda não foi anunciado. Uma previsão inicial, divulgada na época da candidatura da cidade, estimava os gastos em 28 bilhões de reais, mas algumas obras foram retiras e outras inseridas desde então na matriz de responsabilidade da Olimpíada.

Os Jogos de Londres vão de 27 de julho a 12 de agosto.

(Por Pedro Fonseca, com reportagem da Reuters TV)

 
O líder da comissão de coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI), Nawal El Moutawakel (centro) fala próximo ao Diretor Executivo dos Jogos Olímpicos, Gilbert Felli (direita), e presidente do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de 2016, Carlos Arthur Nuzman, durante a terceira reunião do COI para os jogos de 2016 no Rio de Janeiro, 4 de junho de 2012. REUTERS/Sérgio Moraes