Sobrevivente de terremoto é primeira ginasta turca em Olimpíadas

terça-feira, 5 de junho de 2012 10:32 BRT
 

Por Ece Toksabay

BOLU, Turquia, 5 Jun (Reuters) - Goksu Uctas se entusiasmou tanto com a ideia de ser a primeira ginasta turca numa Olimpíada que desejou tatuar os cinco anéis olímpicos no braço.

Por enquanto, porém, ela se contenta com uma colar de prata com o famoso símbolo, que ela gira animadamente entre os dedos.

A Turquia é uma potência olímpica do halterofilismo e nas lutas. Homens e mulheres já levaram 67 medalhas para o país nessas modalidades, mas nenhum ginasta turco jamais disputou os Jogos.

Uctas e seu técnico, Mergul Guler, estudaram meticulosamente as rotinas e habilidades necessárias para obter a vaga na Olimpíada.

"A razão para nenhum turco ter se classificado até agora não é incompetência, é só que ninguém acreditava que fosse acontecer, e portanto nem descobriu como fazer", disse Guler, um ex-ginasta.

"Você só precisa de fé em si mesma", resumiu Uctas, de 22 anos, falando à Reuters no seu alojamento.

O feito de Uctas é ainda mais notável levando em conta que aos nove anos --idade crítica no desenvolvimento de uma ginasta-- ela sobreviveu a um catastrófico terremoto no noroeste da Turquia.

O tremor de 1999 matou cerca de 17 mil pessoas e deixou centenas de milhares de desabrigados, inclusive a família dela.   Continuação...